A Cátedra Jean Monnet, intitulada "Política Marítima Integrada e Crescimento Azul", oferece um apoio chave para o ensino, pesquisa e discussão pública sobre o relacionamento da UE com os mares, oceanos e regiões costeiras em termos de planeamento. Estabelecida em 2017, a Cátedra - atribuída à Professora Regina Salvador - é apoiada por uma Bolsa do Programa Erasmus + de Educação, Formação, Juventude e Desporto da UE.


A Cátedra pretende reunir conhecimento de dentro das várias escolas e centros de pesquisa da quer da Universidade Nova de Lisboa quer de outras instituições de produção de ciência . O seu principal objetivo é aproveitar a atenção atualmente aos assuntos marítimos em Portugal e proporcionar aos investigadores, autoridades públicas, indústria e sociedade civil as ferramentas para melhorar a compreensão de como os mares se comportam, bem como para ajudar a desenvolver novos Produtos, serviços e empregos da UE.

Desde 2005, as questões marítimas tornaram-se cada vez mais uma prioridade na agenda da UE. A necessidade de uma "política marítima integrada" foi designada como um dos objectivos estratégicos da Comissão para 2005-09. Como Portugal é o Estado-Membro com a maior área de águas jurisdicionais no continente europeu e que terá a maior área marítima após as negociações da ONU sobre o alargamento da plataforma continental, a Cátedra está idealmente situada num contexto de desafios crescentes que precisam de respostas, que devem ser procuradas por um pensamento interdisciplinar integrado, que leva em consideração problemas locais e globais. A filosofia PMI (Política Marítima Integrada) pretende proporcionar maiores ganhos para a Europa, mas com muito menor impacto no meio ambiente.

As atividades de ensino incluirão dois cursos formais, "Política Marítima Integrada da UE" e "Economia Marítima da UE e Crescimento Azul", abertos a todas as opções de segundo e terceiro ano realizadas na NOVA; uma escola de verão; cursos destinados a um público com contato limitado com estudos da UE (engenheiros, planeadores urbanos) e dois Mestrados de e-learning abertos a todos os países de língua portuguesa. Também no âmbito da Cátedra organizar-se-ão sessões para funcionários públicos e empresas.

Os eventos públicos incluem duas conferências e três seminários. A primeira conferência, "O Mar Europeu", lançará as atividades da Cátedra, enquanto que a segunda abordará a temática"Bacias Marítimas da UE, Clusters e Regiões". Os workshops propostos incluem o "planeamento espacial marítimo", "turismo costeiro e marítimo" e "cidades portuárias inteligentes".